Documentário do Canal Brasil que biografa o cientista social Helio Jaguaribe

 

Helio Jaguaribe foi um dos principais intelectuais do país desde o século passado. Advogado e cientista social crucial para a compreensão da economia e dos projetos de estado no Brasil nos últimos anos, o imortal, antigo ocupante da 11ª cadeira da Academia Brasileira de Letras (ABL) participou ativamente da vida política da nação, tendo fundamental relevância para a criação de projetos progressistas e desenvolvimentistas do governo federal.

Filha do escritor, a cineasta Izabel Jaguaribe assina a direção – a quatro mãos com Ernesto Baldan – de “Tudo É Irrelevante – Helio Jaguaribe”, biografia e resgata excertos da trajetória e dos pensamentos do pai neste documentário que estreia no Canal Brasil nesta quarta-feira (05).

O filme utiliza uma fotografia de inspiração barroca e saturada, com filtros ora em tonalidades sépia, ora com intervenções de notícias de jornais e passagens de livros, para fugir do padrão comumente visto em documentários biográficos com entrevistas e imagens de apoio – trechos de frases proclamadas pelo pensador frequentemente são expostos na tela.

Uma breve introdução a respeito da vida do protagonista inicia o roteiro, mas a obra logo caminha para os pensamentos e argumentos do intelectual sobre a natureza humana, sua transcendência e relevância, como sugere o título, e o ceticismo com o qual encara a raça e a existência – sem aferir às pessoas qualquer tipo de superioridade com relação aos outros animais do planeta. O ateísmo convicto e suas observações sobre o universo e o cosmos também são abordados.

“Tudo É Irrelevante – Helio Jaguaribe” estreia dia 05 de junho, às 20h no Canal Brasil.

 

Fonte: Vcfaz.tv

, , ,