Investigador compartilha seu arquivo pessoal de crimes em série do Investigação Discovery

 

Por 25 anos, Pat Postiglione foi detetive dedicado à elucidação de homicídios. Conhecido por sua memória fotográfica, ele guarda consigo detalhes das centenas de casos que ajudou a solucionar, convertendo-se em uma verdadeira enciclopédia do combate ao crime.

A partir desta quarta-feira (05), o Investigação Discovery revisita as lembranças de Pat com a estreia de “Memórias Contra o Crime”, série que parte dos depoimentos do protagonista para remontar o quebra-cabeças dos casos emblemáticos de sua carreira.

Em cada episódio de uma hora, Pat relembra um homicídio e narra as ações a ele relacionadas com suas próprias palavras – retornando às cenas dos crimes cuidadosamente reconstruídas pela produção e refazendo os percursos intricados das investigações, ele revive trabalhos complexos, que sempre tiveram como objetivo a justiça em honra das vítimas e em respeito aos familiares delas.

Pat diz que todos os casos ainda estão consigo, nas imagens que traz em sua memória – capaz de relembrar detalhes dos casos, ele enfatiza que a habilidade do investigador para encontrar e interpretar as evidências são elementos cruciais que fazem a diferença entre a solução de mais um crime ou mais um caso engavetado.

Colegas que trabalharam com ele também participam da série; são depoimentos que corroboram as memórias de Pat e aparecem junto a informações retiradas dos inquéritos, a falas de familiares e amigos das vítimas e materiais de arquivo – entre fotografias, áudios e vídeos. Cada prova, cada indício, cada vítima ainda vive na memória de Pat, em um arquivo que ainda hoje é visitado por investigadores na ativa que buscam aconselhamento.

“Memórias Contra o Crime” estreia dia 05 de junho, às 22h15 no Investigação Discovery.

Fonte: Vcfaz.tv

, , ,